Notícias
Publicado em: 10/05/2018 00:00:00
Ibiporã

Ibiporã apoia o movimento Maio Amarelo

Departamento de Trânsito programou série de ações colocando em pauta o alto índice de mortos e feridos no trânsito e a importância das escolhas individuais positivas no dia a dia das ruas

Ibiporã também participa do Maio Amarelo, movimento mundial que marca a mobilização para a diminuição dos índices de mortes e acidentes de trânsito.

A Prefeitura Municipal de Ibiporã, por meio do Departamento Municipal de Trânsito (DTransito), iniciou a programação no dia 1º de Maio, feriado do Dia do Trabalhador, com orientações educativas de trânsito para crianças que participaram do evento “Praça da Alegria”, na Praça Pio XII, e segue ao longo do mês, com ciclo de palestras para alunos do Ensino Médio das escolas estaduais e blitze educativas em parceria com a Polícia Militar com entrega de material educativo a motoristas e pedestres sobre o respeito à sinalização e os cuidados no trânsito. “A educação é a mais importante ferramenta de formação da cidadania. Quanto mais cedo envolvermos crianças e adolescentes em ações desta natureza, maiores são as chances de alcançarmos êxito na construção de um trânsito democratizado, assegurando ao mesmo tempo o direito de todos de ir e vir com segurança", defende o diretor do Departamento de Trânsito, Euller Alexandre Gualberto.

O Movimento Maio Amarelo tem por objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. Criado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária na esteira da determinação da Assembleia-Geral das Nações Unidas (ONU) que editou, em março de 2010, uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”, o Maio Amarelo é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil.

A intenção é colocar em pauta a segurança viária e mobilizar toda a sociedade para discutir o tema, estimulando o cidadão a promover atividades voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada um, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito. Ações do Maio Amarelo são desenvolvidas em todos os estados brasileiros e em outros 27 países nos cinco continentes.

“Nós somos o trânsito”

Com o mote “Nós somos o trânsito” o Movimento chega à sua 5ª edição e fomenta na sociedade discussões e atitudes voltadas à necessidade urgente da redução do número de mortes e feridos graves no trânsito. O tema de 2018 propõe o envolvimento direto da sociedade nas ações e propõe uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade. Trata-se de um estímulo a todos os condutores, seja de caminhões, ônibus, vans, automóveis, motocicletas ou bicicletas, e aos pedestres e passageiros, a optarem por um trânsito mais seguro.

De acordo com o Observatório Nacional de Segurança Viária, os acidentes não acontecem, mas sim são frutos de escolhas inadequadas e arriscadas. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que se nada for feito 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito em 2020 (passando para a quinta maior causa de mortalidade) e 2,4 milhões, em 2030. Nesse período, entre 20 milhões e 50 milhões de pessoas sobreviverão aos acidentes a cada ano com traumatismos e ferimentos.

A intenção da Organização das Nações Unidas (ONU) com a “Década de Ação para a Segurança no Trânsito” é poupar, por meio de planos nacionais, regionais e mundial, cinco milhões de vidas até 2020. “Lamentavelmente, a cada dia, cresce o número de vidas ceifadas e/ou sequeladas no trânsito das nossas cidades, em parte, em decorrência da imprudência ao volante. Entendemos que a nossa ação deve ser incisiva no âmbito da educação, com medidas que possam culminar com a formação de cidadãos mais conscientes, enquanto pedestres e/ou condutores de veículos”, ressalta o diretor do DTransito.

Mais informações com o diretor do Departamento de Trânsito Municipal, Euller Gualberto – 3178-8442/99170-6339

De Caroline Vicentini – Núcleo de Comunicação Social/PMI

fonte: Núcleo de Comunicação Social