Notícias
Publicado em: 11/09/2017 00:00:00
Ibiporã

Reunião discute rede de trabalho sobre uso de agrotóxicos

No encontro foi apresentado o plano de trabalho para a execução das ações do projeto que tem como objetivo reduzir a utilização de agrotóxicos

Instituições discutiram criação de grupo de trabalho de educação e fiscalização do uso de agrotóxicos

Foi realizada na quarta-feira da semana passada (30 de agosto), na sala de reuniões do gabinete do prefeito, reunião para discutir a constituição de uma rede de trabalho sobre o uso de agrotóxicos que tem como finalidade evitar a utilização incorreta e melhorar a fiscalização. O projeto contemplará os municípios de Ibiporã e Jataizinho. Participaram do encontro membros da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR), do Ministério Público do Paraná, da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, e da Vigilância Sanitária.

Na ocasião foi exposto o plano de trabalho para a execução do projeto que viabilizará a comercialização de produtos de qualidade e seguros, além de garantir a preservação do meio ambiente e evitar a poluição de recursos naturais das microbacias do Rio Jacutinga (Ibiporã) e do Rio Tigrinho (Jataizinho), ambas cadastradas no Programa Microbacia da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento (Seab).

Fazem parte do plano a elaboração de diagnósticos em relação ao uso de agrotóxicos, aos pontos de venda e armazenamento; intensificação da fiscalização do comércio destinado à venda de agrotóxicos e da produção de domissanitários; capacitação e formação continuada das equipes de vigilância sanitária; e inclusão de ações de educação ambiental na conscientização da população a respeito das consequências do uso dos agrotóxicos.

Segundo o coordenador estadual da área de meio ambiente da Emater, Ednei Bueno do Nascimento, a rede de trabalho promoverá estratégias para diminuir a utilização de agrotóxicos na região. “A aplicação de agrotóxico está um pouco descontrolada. Temos dados de pesquisas que indicam que o volume de agrotóxicos está sendo muito alto, e de uma maneira ou de outra isso impacta na qualidade de vida da população, por isso iremos trabalhar na diminuição do uso de agrotóxicos”, explicou.

O diretor da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente, Hélio da Silva, afirma que “se for feito o mínimo de conscientização aos agricultores já será um grande avanço ao município”.

Uma nova reunião está marcada para a divulgação dos diagnósticos sobre a utilização de agrotóxicos.

fonte: Núcleo de Comunicação Social